Desabafo de Mãe

Bárbara e José

Tenho sido bastante questionada sobre o que acho de algumas escolhas maternas… então vamos lá! Vamos ao post polêmico que tanto tive medo de escrever.

Sempre fui “certinha” e organizada, logo quando planejei engravidar fui ao médico fazer todos os exames necessários para ter certeza que tudo estava bem. Na primeira consulta foi indicado o ácido fólico por 3 meses antes de iniciar as tentativas.

Algum tempo depois veio o sonhado positivo, em meio a tantas emoções eu tinha uma única certeza, faria cesárea, morria de medo da dor insuportável que as mamães relatavam. Nunca achei que cesárea seria fácil, mas para mim ainda era a melhor opção.

Com 27 semanas começaram as contrações e eu sentia que algo aconteceria. Fui internada no dia 23 de fevereiro, tomei algumas injeções que fortificam os pulmões do bebê em caso de prematuridade. No dia 26 de fevereiro já com 9 dedos de dilatação e muitas contrações o José nasceu de parto normal com 1330 kg e 38 cm.

Os médicos me diziam que era grande para o tempo de gestação e que ele tinha condições para lutar. Não foi achado a causa para o nascimento tão prematuro, a certinha e programada levava sua primeira lição de mãe. Os filhos mudam nossa rotina e nossos planos.

Naquele momento só queria ver meu filho em casa com saúde. Foram longos 4 meses praticamente morando na UTI (onde fiz amigos para a vida toda), nunca vou esquecer quem esteve conosco!

Enfim ele veio para casa…

Dei todo o colo que ele merecia e fiz cama compartilhada. Abri mão de muita coisa , inclusive de trabalhos, não me arrependo de nada! As pessoas falam que os filhos crescem e esquecem, sinceramente não acredito nessa teoria, o amor é algo que se leva pra vida e ainda que ele esquecesse, eu não vou esquecer!

Cada momento de amor, carinho, desde o dia que nos vimos pela primeira vez. Seu choro cessou assim  que veio para o meu colo e sentiu meu cheiro. É coisa de bicho, é coisa de Mãe!

José  está com 7 anos. É um menino educado, amado, feliz… Eu tinha tanto medo que não fosse, ele havia passado por tantas coisas. Minha preocupação se foi, o vejo crescer sorridente e alegre.

Para os que me perguntaram do que sou a favor, a resposta é única. Sou a favor do amor!

Desabafo de Mãe-José correndo.

 

 

 

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.