Quarto do bebê

quarto de bebe
Fonte: Giovana Lumertz

 Planejando o quarto do bebê

“Decorar é projetar uma fonte de estímulos, um recurso dos mais significativos à pessoa que o utiliza, no sentido de levá-la a uma vida plena, produtiva e feliz”.

Nesse sentido, nada mais importante do que já receber nossos pequenos em um espaço aconchegante, tranqüilo e seguro para que consigam se desenvolver da melhor forma possível desde os primeiros dias de vida.

O essencial para o quarto do bebê é o berço, a cômoda que pode ser utilizada como trocador e guarda-roupa, uma poltrona para amamentar, lixeira e uma iluminação adequada.

quarto de bebê
Fonte: Giovana Lumertz

Além desses itens, alguns outros fatores precisam ser observados na hora de decorar um quarto de bebê.

Primordialmente, nos primeiros meses de vida, o recém-nascido precisa de um ambiente que lhe assegure proteção de ruídos e de aberturas repentinas de portas e janelas.

Em segundo lugar, a área reservada ao bebê deve ser de fácil acesso, para atendê-lo com praticidade e rapidez quando necessitar. Uma boa opção para começar a decoração do quarto é planejando a distribuição dos móveis.

quarto de bebê
Fonte: Giovana Lumertz

 

Quando se trata de um quarto de bebê é permitido posicionar os móveis bem juntos. Isso torna, aliás, o lugar mais prático para a troca de fraldas e os momentos de amamentação, já que tudo fica a mão.

Todos os móveis devem ser práticos e revestidos com materiais laváveis e resistentes, independente do estilo escolhido.

Quarto de bebê
Fonte: Giovana Lumertz

 

 

 

 

 

 

 

 

Para dar uma cara mais aconchegante ao ambiente é interessante optar por uma boa iluminação indireta, com a utilização de abajur ou arandela oferecendo comodidade no período da noite.

Quarto do bebê
Fonte: Giovana Lumertz

Outro ponto que não pode faltar na hora de iluminar o ambiente é a iluminação direta, que deve servir para pontos estratégicos, pois oferecem maior visibilidade para o contato da mãe com o bebê. A utilização de dimers também são recomendados uma vez que regulam a intensidade da luz.

Outra dica importante é projetar o dormitório já pensando em uma readaptação da mobília para a fase da primeira infância e fase pré-escolar.

Dessa forma, consegue-se aproveitar os móveis e modificar o ambiente apenas com uma repaginada de acordo com as novas necessidades da criança.

As cores usadas nas paredes e móveis devem estar em harmonia. Tons pastéis e cores claras são indicadas, pois acalentam o bebê.

Hoje, o mercado dispõe de muitos recursos para decorar as paredes: adesivos, papel de parede, tecidos, pinturas, lambri, roda meio, enfim, uma infinidade de opções para deixar o cantinho do bebê ainda mais lindo e confortável.

Outro fator de extrema importância é a escolha do piso. Entre as opções disponíveis encontra-se o porcelanato, a madeira, o laminado e o vinílico.

O piso vinílico é o mais procurado pelas mamães por ser de fácil colocação e com uma vantagem enorme (podem ser sobrepostos ao piso existente).

Esse piso é macio, não faz barulho, tem diversas cores e é ideal para os alérgicos, pois não tem poros na superfície, o que evita a proliferação de bactérias e fungos. A conservação é feita apenas com sabão neutro e pano úmido.

Enfim, projetar um dormitório de bebê é realizar sonhos, inserir uma nova vida em um ambiente único onde a criança vai ter os primeiros contatos com a vida, com a família e com ela própria.

Por isso, dê asas à imaginação e prepare com todo carinho e atenção esse espaço de amor, ternura e aprendizado entre pais e filhos.

Giovana

 

Giovana Lumertz – Designer de Interiores

 

Giovana Design

Fone: 51 9539-4320

 

Salvar

Salvar

Salvar

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.